Logo_2

Feeling | Rebranding: 5 razões para mudar a identidade visual da sua marca
22267
single,single-post,postid-22267,single-format-standard,qode-social-login-1.0,qode-restaurant-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-4.4,side_area_over_content,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive
img(03)

Rebranding: 5 razões para mudar a identidade visual da sua marca

Já lhe devem ter dito que o seu branding é fundamental para o marketing da sua marca, certo? Mais ainda, já lhe disseram certamente que o branding não se reduz apenas ao logotipo ou a um slogan. Uma empresa, uma marca evolui, situações surgem que “pedem” que a sua identidade acompanhe essa evolução, não só da marca, mas também do mercado em geral. E para que a sua marca não se torne obsoleta, é preciso reinventar-te, precisa de um rebranding.

O que é Rebranding
Rebranding consiste em reinventar a identidade visual da sua marca, de forma a conseguir comunicar fielmente o conceito da sua marca com o seu público-alvo.  Dependendo da marca, o tipo de mudança pode variar: pode ser apenas alterar o logo, cores ou mudar um slogan ou ir muito além disso. Muitos vezes, é preciso ser arrojado e mudar toda uma cultura, com a transmissão de um novo caminho, toda uma nova identidade da empresa. Pense sempre que o  rebranding implica toda uma reflexão estratégica, com o intuito de fortalecer a marca e transmitir ao seu mercado o seu posicionamento, a sua cultura, de forma fidedigna. Imagine o seu cliente a olhar para uma marca e perceber de imediato o que representa e como se posiciona?  

 

As 5 principais situações que “pedem” um rebranding:

 

1. Mudou a  abrangência do seu mercado? 

Não é tão comum que uma organização mude completamente o seu público-alvo, mas pode surgir a necessidade de abranger novos serviços ou produtos e isso implica uma nova identidade que represente essa alteração no target. Por exemplo, a sua marca até então era exclusiva para mulheres, tem uma identidade demasiado feminina… mas agora, tem também uma coleção para homem, então surge a necessidade de a marca acompanhar o target que agora abrange.

2. Quer melhorar em relação à Concorrência?

É fundamental que o seu branding transmita todo o seu potencial. Uma má interpretação da sua marca, uma má valorização da sua marca ou produto, devido a uma imagem que não acompanha o nível da sua concorrência dá-lhes ainda mais espaço.

5. Precisa atualizar o seu design?

O seu logótipo está ultrapassado? Se a identidade visual do seu negócio precisa de uma atualização, porque pertence à década passada, então chegou o momento de avançar com um rebranding. As tendências de design mudam rapidamente: fontes, cores e formas que pareciam frescas na época podem estar obsoletas e contextualizar a sua marca de forma completamente errada.

 

6. Há uma Discrepância entre a marca e a imagem da empresa?

É possível que o nome da marca, o seu logotipo ou slogan não passem a mensagem correta em relação à sua marca, ou deixarem dúvidas em relação ao que ela faz. Neste caso, o rebranding é fundamental para que a marca seja a personificação da organização em todas as suas virtudes e conforme a sua cultura.

7. A sua marca evoluiu, há um notório crescimento da sua empresa?

Uma marca acaba por evoluir ao longo dos anos, expandindo-se em diferentes mercados ou vendendo produtos diferentes. Se o que a sua marca oferece já não corresponde à forma como gostaria que fosse reconhecida, poderá ser a hora de repensar o seu branding. Vamos imaginar que a sua marca expandiu a nível internacional, significa mais funcionários, mais clientes e aumento da quota de mercado. Uma mudança com novas unidades físicas, produtos ou serviços e até um novo modelo operacional e de gestão. O rebranding não é só uma imagem, comunica, interna e externamente, toda uma visão, missão e valores adequados ao novo momento da organização.

Identificou-se com um destes casos? Chegou o momento de repensar a identidade da sua marca!

No Comments

Post a Comment